Segurança

Evilásio Mateus
19 de agosto de 2016
Esportes e Lazer
17 de agosto de 2016

Segurança

Propostas para Segurança:

1. Criação do Comitê integrado de Segurança vinculado diretamente ao gabinete do prefeito. O prefeito assumindo a correta responsabilidade que lhe cabe na segurança pública e responsabilizando as áreas envolvidas com o tema como as secretarias da Defesa Social, FAS, Saúde, Educação, Esporte e Cultura.

2. Criar a guarda municipal nos próximos quatro anos.

3. Criar a academia da Guarda Municipal com curso de formação de até 800h.

4. Atuação conjunta, integrada e efetiva com as polícias civil, militar e federal nas diversas áreas como, por exemplo, a Integração efetiva de todos os sistemas de atendimento telefônico da área de segurança pública.

5. Dotar os futuros guardas municipais com equipamentos e tecnologia modernos e eficientes.

6. Criação de núcleos de proteção ao cidadão (módulos locais) nos bairros com pelo menos dois guardas municipais em cada núcleo exercendo atividades que promovam a tranquilidade pública e a paz social. Bairros
7. bastante populosos devem ter mais de um módulo de forma a facilitar o
8. rápido atendimento.

9. Elaborar planos locais de segurança pública em todos os bairros e distritos de Araripina e no centro com a participação da sociedade; implementando projetos como “Vizinho Solidário”; onde um conjunto de ações da Guarda Municipal em parceria com a população trabalhará na prevenção da criminalidade.

10. Criar o sistema municipal de vídeo monitoramento, integrando sistemas já existentes públicos e privados, e ampliando para as áreas definidas em comum acordo com os conselhos de segurança comunitários priorizando os pontos de maior insegurança nos bairros.

11. Criação dos Eixos Monitorados pela Guarda Municipal.

12. Instalar portais nas principais saídas do município, os quais funcionarão como módulos locais da Guarda Municipal. Terão equipamentos de leitura de placas de automóveis, para coibir roubos.

13. Veículos que não reduzam a velocidade e/ou com ocupantes suspeitos serão abordados.

14. Melhorar a iluminação nas ruas, avenidas, praças e parques em projetos que inibam a criminalidade.

15. Rede de educação e proteção constante às crianças e jovens. Combatendo a violência e as drogas, sem crianças e jovens desprotegidos na rua. Será implantado o programa Portal do Futuro, uma rede de educação integral formada por escolas integrais, contra turnos e centros integrados de educação, cultura, esporte, ciência e profissionalização.

16. Destinar parte do mobiliário urbano à divulgação de temas relacionada à cultura da paz e de segurança pública.

17. Criar de fato o projeto Mulheres da paz (concebida no âmbito do Pronasci), onde as agentes comunitárias agirão como mediadoras de conflito na comunidade que trabalham; na assistência social; na identificação dos meninos em relação às drogas, roubo etc.

18. Criar incentivos às famílias, sobretudo jovens, para morar no Centro. Uma maior densidade de moradores que vivem e circulam pelo centro ajudam a afastar a criminalidade.

19. Criar o projeto de proteção ao jovem em situação de vulnerabilidade Criação do Conselho Municipal de Segurança Pública e de Conselhos comunitários em todos os bairros. Participação efetiva da população.

20. Engajar os Conselhos Tutelares nas ações preventivas de segurança envolvendo crianças e adolescentes.